A VOEPASS LINHAS AÉREAS anuncia o retorno de suas operações a partir de 3 de julho, e tem acompanhado de perto o cenário causado pela pandemia do COVID-19 no Brasil e no mundo.

Atendendo às recomendações da ANAC, ANVISA e das autoridades mundiais de saúde, as operações da VOEPASS cumprirão medidas especiais de limpeza e sanitização das aeronaves, incluindo cabine dos pilotos, poltronas, banheiros, saídas de ar condicionado, botões de acionamento de luzes e de reclinar das poltronas, corrimão de escadas, maçanetas e outros, utilizando nessa desinfecção álcool em gel e desinfetantes de padrão hospitalar para a ação.

O tempo de solo das aeronaves entre os voos programados foi estendido em todas as operações, para permitir que as equipes de solo possam realizar os procedimentos de desinfecção antes do início de cada nova etapa de voo. Além disso, as aeronaves utilizarão seu sistema de renovação de ar, que realiza troca de 100% de todo o volume de ar da cabine da aeronave entre 5 e 7 minutos, sendo o ar constantemente renovado durante os voos.

Nas manutenções de pernoite, procedimentos de limpeza profunda serão realizados de forma complementar, para garantir de maneira efetiva que os voos serão realizados dentro dos melhores protocolos de biossegurança, garantindo aos passageiros e funcionários a realização das operações aéreas com total segurança.

Além das medidas de limpeza e desinfecção, a tripulação e todos os colaboradores envolvidos usarão equipamentos de proteção individual. Os passageiros também serão obrigados a utilizar máscaras de proteção desde a chegada ao aeroporto até durante os voos.

Álcool em gel será disponibilizado no balcão de check-in, salas de embarque e dentro das aeronaves. O serviço de bordo estará temporariamente suspenso durante os voos. Um novo exemplar da revista de bordo será entregue individualmente a cada passageiro, que ficará a cargo de levá-lo consigo após o voo.

A obrigatoriedade de utilização de máscaras também foi implementada para todos os funcionários em terra e para aqueles que trabalham no escritório, visando a proteção de todos os colaboradores da empresa, independente da área.

Outra medida implementada foi o desembarque setorial, seguindo um plano de organização de setores e de assentos para organizar a saída da aeronave sem a formação de aglomeração no corredor. Sempre que possível, a marcação dos lugares será feita respeitando a distância segura entre os assentos utilizados por cada passageiro.

Para todos os passageiros que tiveram seus voos cancelados, informamos que estamos flexibilizando ao máximo todas as regras tarifárias, facultado a remarcação para qualquer data futura ou mesmo postergando o crédito para uso em viagens futuras.

Seguem válidas as politicas de remarcação e cancelamento para os Clientes com voos marcados para até 18 de julho de 2020, acatando as recomendações dos órgãos responsáveis, incluindo um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), na última sexta-feira (20), com a Associação Brasileira das Empresa Aéreas (ABEAR). A associação representa as principais empresas do setor no País, entre elas, Voepass, GOL, Latam.

E para garantir uma melhor reprogramação de nossos clientes, optando por manter o bilhete conosco, o crédito ficará disponível durante 1 ano da data de vôo e não mais da data de emissão.

Os passageiros impactados já receberam nosso contato, e estamos a disposição através dos nossos canais de atendimento para sanar qualquer dúvida que possam ter nesse momento.

Flexibilização das regras tarifárias para remarcação e reembolso

Nossos canais de comunicação:

- Central de Atendimento: pelo telefone (16) 4000.1777 no horário das 07h as 23h (segundas as sextas feiras) e 08h as 20h (sábados e domingos) ou reservas@voepass.com.br .

- Se você comprou seu bilhete por uma agência de viagens ou afins, entre em contato diretamente pelo seu canal de compras, para a finalização da sua solicitação.

Flexibilização das regras para os voos emitidos até 20/03/2020, com data de embarque de 01/03/2020 até 18/07/2020:

Vôo cancelado – Manter crédito

Você poderá manter o crédito de seu bilhete, para futura utilização. O valor ficará disponível por 1 ano, a partir da data do seu voo, e não mais a partir da data de emissão.

Vôo cancelado – Remarcação

Você poderá remarcar a sua passagem 1 vez, sem custo, para qualquer outra data vigente a sua escolha, mantendo o trecho original;

Você poderá alterar a origem / destino do seu voo, sem multa de reemissão, ficando o crédito integral do bilhete disponível para futura utilização, podendo haver diferença tarifária a ser paga.

***Atenção: Voos emitidos para embarque em alta temporada (julho, dezembro e janeiro), feriados (véspera, durante e um dia após o feriado), podem ser remarcados 1 (uma) vez, para qualquer período, dentro da validade do bilhete.

Para os outros meses e/ou datas que não sejam feriados (véspera, durante e um dia após o feriado), a passagem poderá ser remarcada, para datas com as mesmas características. Caso opte por remarcar o bilhete para voos com outras características, poderá haver diferença tarifária a ser paga.

***Procedimento não válido para code-share, interline e voos charter)

Para voos operados entre 19/07/2020 e 31/12/2020, você poderá remarcar sua passagem, mediante regras tarifárias do bilhete contratado.

Vôo cancelado – Reembolso

Você poderá optar por cancelar a sua viagem e solicitar o reembolso. Taxas de cancelamento não serão aplicadas, incidindo apenas a taxa de reembolso, se houver. O prazo de devolução será de até 12 meses, a partir do dia da solicitação.